segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Thiago Campbell anuncia retorno da AA Barbará em parceria com a Saint-Gobain

Na noite desta segunda-feira (22 de janeiro), o treinador Thiago Campbell fez o anúncio oficial do retorno das atividades da tradicional equipe de futebol barra-mansense Associação Atlética Barbará como projeto social em parceria com a Saint-Gobain Canalização. A princípio, o projeto também teria o Barra Mansa Futebol Clube como parceiro, mas a ideia não foi possível em função de incertezas políticas vividas pela atual gestão do Leão do Sul. 

A nota de Thiago Campbell diz: "Venho informar a todos o retorno das atividades da AA Bárbara, tradicional clube da cidade com um rico histórico em seu passado dentro do futebol barra-mansense. O clube vem num momento de resgaste de sua história retornando com as atividades em parceria com o projeto social da Saint-Gobain Canalização. Inicialmente será o retorno com as categorias de base tendo o apoio da empresa. Gostaria de expressar minha enorme satisfação em fazer parte desse projeto, junto com os membros da  AA Bárbara, Pablo (presidente da AA Bárbara), Cristiano (vice-presidente) e Dani (diretora social). Aproveito para agradecer ao apoio dos amigos e torcedores que me acompanham a todo momento e frisar que o empenho para o crescimento deste projeto AA Bárbara/SaintGobaint será de grande dedicação por minha parte e equipe".

O retorno do AA Barbará reacende uma história muito importante para o futebol de Barra Mansa, uma vez que, no passado, o clube do bairro Vila Barbará foi protagonista de muitas glórias, tais como dois títulos profissionais do extinto Campeonato Estadual do Rio de Janeiro (1971 e 1972) e mais sete conquistas do campeonato municipal da LBD (Liga Barra-mansense de Desportos).
Novo escudo da AA Barbará

Por Diogo de Oliveira Paula

domingo, 21 de janeiro de 2018

Ex-lateral do Barra Mansa, Lucas Silva segue os passos de Dalbert na Europa

Lucas Silva dos Santos é mais um barramansense que fez do talento de jogar futebol o passaporte para atuar na Europa. O atleta é titular absoluto na lateral-esquerda do Acadêmicos de Viseu, de Portugal. Na atual temporada pelo campeonato português, atuou em 16 partidas e marcou um gol.

Recentemente, Lucas Silva foi destaque na imprensa portuguesa que o descreveu como sendo "uma agradável surpresa e faz lembrar Dalbert pela qualidade dos cruzamentos, técnica e velocidade que imprime no jogo."

Lucas chegou ao Barra Mansa Futebol Clube em 2011 para fazer parte da equipe sub 15 de futsal - treinada por Thiago Campbell - e ficou por lá até 2013 quando disputou a Copa Light de futebol de campo. Em seguida, seguiu por várias equipes, entre elas Volta Redonda, Vasco, Flamengo de Guarulhos e, agora, aos 20 anos, no Acadêmicos de Viseu.

Comparações com o atleta Dalbert - hoje na Internazionale de Milão - são naturais, afinal de contas ambos são laterais-esquerdos, nascidos na mesma cidade, começaram no campo atuando pelo Barra Mansa Futebol Clube e passaram pelo Acadêmicos de Videu. 

Por Diogo de Oliveira Paula

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Para participar das Séries B1 e B2, clubes terão que quitar 30% das dívidas

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) realizou nesta quarta-feira (17), em sua sede na capital do estado, a primeira reunião do Conselho Arbitral das Séries B1 e B2 do Campeonato Carioca de 2018. A pauta principal girou em torno do pagamento das dívidas referentes aos borderôs da temporada passada que determinadas equipes ainda possuem.

O parcelamento proposto pela FERJ será da seguinte forma: do valor total, é preciso pagar 30% antes da competição ter início. Com parte do débito quitado, os clubes estarão confirmados na tabela. Os 70% restantes só serão honrados após os campeonatos chegarem ao fim.

Outro tema abordado de maneira preliminar foram as competições de base. Há a possibilidade da categoria sub-17 ser subsidiada pela Federação, mas a forma como isso acontecerá ainda está sendo estudada. As disputas aconteceriam de forma regionalizada, objetivando reduzir os custos.

Sobre regulamento dos certames que envolvem profissionais, nada foi discutido neste primeiro encontro. As fórmulas de disputa da Segundona e Terceirona estarão em pauta na próxima edição do Conselho Arbitral, que ainda não tem data definida. A tendência é que aconteça após o término do Grupo X da Série A, quando serão determinados os dois times que caem para a Segundona de 2018.

Fonte: FutRio

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Resumo dos ex-atletas do Barra Mansa na 1ª fase da Copa SP de Futebol Júnior

A primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior chegou ao fim nesta quarta-feira (10 de janeiro) e este blog acompanhou os cinco ex-atletas do Barra Mansa Futebol Clube durante os jogos de suas equipes. Confira abaixo um resumo de como foi o aproveitamento dos zagueiros Vinicius (Votuporanguense/SP), Gabriel Werneck (União Barbarense/SP) e Rodrigão (Volta Redonda) e dos goleiros Heron (Mantiqueira/SP) e Pepe (Volta Redonda).

Vinicius (zagueiro/Votuporanguense)
Atuando como capitão do Votuporanguense, o defensor Vinicius Silva foi quem obteve o melhor aproveitamento na fase inicial da Copinha. O atleta foi importante nas vitórias de sua equipe nas duas primeiras rodadas, colaborando até com dois gols na estreia contra o Timon/PI. Com vaga garantida para a fase seguinte, Vinicius pôde ser poupado na terceira rodada. A equipe de Votuporanga enfrenta o Criciúma nesta quinta-feira (11) pela segunda fase da competição.

Gabriel Werneck (zagueiro/União Barbarense)
O também zagueiro Gabriel Werneck atuou em duas partidas como titular pelo União Barbarense. A equipe de Santa Bárbara d´Oeste acumulou três derrotas e por isso não avançou para a fase seguinte da Copinha.

Rodrigão (zagueiro/Volta Redonda)
O zagueiro Rodrigão atuou pelo Volta Redonda no empate heroico de 2 a 2 com o Itapirense, pela segunda rodada da competição. O atleta entrou aos 25 minutos do segundo tempo, quando o Voltaço perdia por 2 a 1 e ainda estava com um atleta a menos após expulsão de Bodão no início do segundo tempo.

Pepe (goleiro/Volta Redonda)
O goleiro Pepe, do Volta Redonda, esteve como suplente nas três partidas que garantiram sua equipe para a fase seguinte da Copinha. O Voltaço enfrenta o RB Brasil/SP nesta sexta-feira (12) pela segunda fase da Copa SP de Futebol Júnior.

Heron (goleiro/Mantiqueira)
O goleiro Heron esteve como suplente na partida em que seu time - o Mantiqueira/SP - empatou com o São Bento em 1 a 1. Com dois empates e uma derrota, a equipe mantiqueirense não avançou para a fase seguinte da Copinha.

Por Diogo de Oliveira Paula

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

FERJ convoca Conselho Arbitral para as Séries B1, B2 e C do Estadual; Barra Mansa está na B2

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) convocou nesta quarta-feira (10 de janeiro) os clubes participantes das Séries B1, B2 e C do Campeonato Carioca para as reuniões de Conselho Arbitral que acontecerão na próxima semana, mais precisamente nos dias 17 e 19, na sede da entidade, na capital fluminense.

Em pauta estarão as competições das categorias de base e profissional (sub-15 ao sub-20), das três divisões intermediárias. O encontro das Séries B1 e B2 acontecerá simultaneamente: 15h de quarta-feira (17). Já a Série C fica para dois dias depois, às 11h.

Segunda e Terceira divisões (B1 e B2) têm previsão de início para o mês de maio. A Quartona, último pelotão do Rio de Janeiro, fica para o mês seguinte, junto da Copa do Mundo.

O Barra Mansa Futebol Clube participará da Série B2, juntamente com os seguintes clubes: 7 de Abril, Araruama, Bela Vista, Campos, Casimiro de Abreu, Futuro Bem Próximo, Juventus, Maricá, Mesquita, Nova Cidade, Pérolas Negras, Queimados, Rio-São Paulo e São Cristóvão.

Por Diogo de Oliveira Paula

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Clubes já se mexem para Série B2; Barra Mansa convive com indefinição sobre presidente

Estádio Leão do Sul em total abandono neste momento
Os clubes da Série B2 do Campeonato Carioca já começam a se mexer para a competição deste ano. Na primeira semana de 2018, o presidente do Campos - Márcio Reinaldo - revelou ao site FutRio que o clube já mapeia o mercado em busca de reforços. O presidente do Nova Cidade - Jorge Eloy - também confirmou busca por reforços na última sexta-feira (5), pela fan page do clube. O Casimiro de Abreu confirmou Leandro Melino como treinador.

Enquanto isso, o Barra Mansa vive um momento de incertezas em função do imbróglio que se transformou a definição do presidente do clube para o biênio 2018/2019. Apesar de ter sido reeleito no dia 11 de dezembro de 2017, Anderson Florentino (Andrinho) é fortemente questionado pela chapa de oposição e por conselheiros, sócios, torcedores e ex-diretores do clube.

O candidato da oposição - Thiago Campbell - já buscou na justiça o pedido de anulação do resultado da eleição devido ao fato de a chapa de Andrinho não estar em conformidade com o estatuto do clube.

Assim sendo, conforme anunciado no Jornal Aqui desta segunda-feira (8), o presidente do Conselho Deliberativo - Silvio Francisco - terá, a partir do dia 20 de janeiro, quinze dias para derrubar a liminar obtida pelo presidente Anderson Florentino e, em seguida, convocar nova eleição. 

Sem sequer ter uma sede, o Barra Mansa ainda não anunciou o planejamento para a temporada deste ano. Não há definição de comissão técnica, nem de atividades para avaliações e montagem para o elenco e muito menos local para treinamento, já que o Estádio Leão do Sul se encontra totalmente abandonado, com mato alto, sem iluminação nos vestiários e nas cabines de comunicação, ou seja, ainda mais distante de conseguir os laudos técnicos para liberação de jogos como mandante no Campeonato Carioca.

Sobre o Estádio Leão do Sul, ainda pesa ao Andrinho o fato de ele ainda não ter provado, desde sua gestão anterior à frente do clube, ser capaz de conquistar o apoio da Prefeitura Municipal de Barra Mansa para possíveis parcerias e, claro, para manutenção do estádio municipal. Os indícios são fortes de que o atual prefeito da cidade - Rodrigo Drable - não compactua com a gestão do Andrinho. 

Não obstante, o Barra Mansa está com seus alvarás de licença da CBF e da FERJ vencidos. O licenciamento do clube com a CBF venceu no último dia 5 de janeiro, sendo devido o valor de R$2.500,00 para a renovação. E para obter a licença da FERJ, é necessário o pagamento de R$3.000,00. Esses valores precisam ser pagos pelos clubes todo ano para que possam obter a renovação das licenças e, assim, poderem participar das competições oficiais.

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Ex-atletas da base do Barra Mansa estarão na Copa SP de Júnior 2018

O zagueiro Rodrigão, o goleiro Pepe e o defensor Vinicius
Ao menos quatro atletas que estarão participando da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 passaram pelas categorias de base do Barra Mansa Futebol Clube. O goleiro Pepe e o zagueiro Rodrigão estão no elenco do Volta Redonda, o zagueiro Vinicius atua pelo Votuporanguense-SP e o defensor Gabriel Werneck está no União Barbarense-SP.

A equipe de Votuporanga fará sua estreia em casa nesta quarta-feira (3) contra o Timon, representante do Piauí. Vinícius - defensor do clube paulista - fez parte da equipe sub 20 do Barra Mansa até meados do ano passado, quando disputou o 1º turno do Campeonato Carioca Júnior.

Já o Voltaço estreará na quinta-feira (4) diante do Fortaleza, na cidade de Itapira. O goleiro Pepe e o zagueiro Rodrigão - da equipe voltarredondense - também estiveram no Barra Mansa. Pepe esteve até o final do Campeonato Carioca Júnior do ano passado. E Rodrigão esteve nas competições juniores do Leão do Sul em 2016.

O defensor Gabriel Werneck também é um ex-atleta do Barra Mansa e que está na Copinha atuando pelo União Barbarense, da cidade paulista de Santa Bárbara. Ele esteve no Leão do Sul no Campeonato Carioca sub 20 de 2016.


Por Diogo de Oliveira Paula

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Retrospectiva 2017: rebaixamento no profissional e bons resultados na base

O torcedor do Barra Mansa pode separar o ano de 2017 entre momentos tristes e felizes. Um sofrido rebaixamento para a terceira divisão do Campeonato Carioca da equipe profissional. E os bons resultados das categorias sub 13, sub 14 e sub 17 nas competições estaduais.

Para relembrar o ano do Leão do Sul, o Blog do Barra Mansa Futebol Clube preparou uma retrospectiva de como foram as campanhas de todas as equipes do clube durante o ano.

Categoria sub 13
Comandados pelo técnico Marcelo Lourenço, os garotos do sub 13 do Barra Mansa disputaram o Campeonato Metropolitano (Série Prata) e, semifinalistas do I turno, terminaram em 3º lugar. Para o returno, o técnico Carlinhos assumiu a equipe e, novamente, classificaram-se para os jogos semifinais. No geral, a categoria sub 13 concluiu a competição na 3ª colocação. Além disso, o atleta Paulo Vitor foi o artilheiro do campeonato com 9 gols.

Categoria sub 14
Treinados por Carlinhos, os meninos do sub 14 do Barra Mansa realizaram excelentes campanhas nos dois turnos do Campeonato Metropolitano (Série Prata), atingindo as semifinais em ambos. No I turno, terminou em 3º lugar e, no returno, foi vice-campeão de forma invicta (9 vitórias e 1 empate), perdendo o título para o América no saldo de gols. E, em função desse vice-campeonato, as equipes sub 13 e sub 14 conquistaram o acesso para a disputa da Série Ouro no próximo ano. Não obstante, o atacante Pedro Lucas foi artilheiro da competição com 18 gols.

Categoria sub 15
A equipe infantil (até 15 anos) do Barra Mansa obteve resultados razoáveis no Campeonato Carioca (Série BC) deste ano. Nos dois turnos, esteve próximo de conquistar a classificação para as semifinais, mas terminou a competição apenas em 10º lugar no geral.

Categoria sub 17
O time juvenil começou o ano muito bem no Campeonato Carioca (Série BC), conquistando a classificação para a semifinal do I turno e sendo eliminado nos pênaltis pelo Audax Rio. No returno, a equipe buscou a classificação até a última rodada, mas não avançou. Na classificação geral, o Barra Mansa terminou em 5º lugar, com a melhor defesa da competição (12 gols sofridos em 16 jogos) e, ainda, com o lateral Thiago como artilheiro do campeonato com 10 gols.

Categoria sub 20
A equipe juniores do Barra Mansa começou o Campeonato Carioca (Série B1) de forma avassaladora, conquistando três vitórias nas três primeiras rodadas do I turno. No entanto, devido a motivos externos, o time desandou e perdeu todos os demais jogos do turno, inclusive duas derrotas por WO em função de não pagamento de taxas da federação. No II turno, a equipe sub 20 foi reformulada com a chegada do técnico Thiago Campbell, mas não obteve boa campanha.

Equipe principal
Em meio a muitas expectativas com a chegada do técnico Gilberto Pereira, a equipe principal do Leão do Sul sofreu com muitos problemas extra-campos desde o início da competição. Entre as situações que atrapalharam o time estão: a não liberação do estádio Leão do Sul para atuar com o apoio da torcida; elenco com poucos atletas regularmente inscritos; dificuldade em manter as taxas da federação em dia; atletas questionando condições de treinamento, transporte e alimentação; a vergonhosa derrota por WO para o Carapebus por falta de ambulância no estádio. Todo esse contexto contribuiu para que a equipe chegasse nas últimas três rodadas com condições mínimas de evitar o rebaixamento. Com o descenso confirmado, o Barra Mansa terá que disputar a Terceira Divisão (Série B2) do Campeonato Carioca em 2018.

Por Diogo de Oliveira Paula

domingo, 24 de dezembro de 2017

Campeonato Fluminense 1927

Quinta feira, 3 de fevereiro de 1927
Barra Mansa FC 4  x 1 SC Valenciano
Disputa do Titulo de Campeão do Sul do Est. Rio de Janeiro
Local: Barra Mansa
Público: 3.000 pessoas
Juiz: Homero Mesquita da Liga Brasileira
Gols: Chiquinho, Hermes (contra), Chiquinho, primeiro tempo, Moacyr 30', Henrique
Barra Mansa: Antonio; Roseira e Ernesto; Hermes, Zeni e Patricio; Baião I, Chiquinho, Moacyr, Henrique e Careca
Preliminar: Barra Mansa 5 x 2 Valenciano

O Barra Mansa sagrou-se campeão do Sul do Estado do Rio de Janeiro

sábado, 23 de dezembro de 2017

Vai e Vem do Mercado da Bola no Barra Mansa 2018

# Quem está chegando?
Wallace Gomes (meia); Diogo Franco; Luiz Filipe;

# Quem se manteve?
Santos (goleiro); Gustavo (zagueiro); Will (lateral-esquerdo); Ian (zagueiro); Ceará (meia); Weslley (meia); Deco (meia);

# Quem saiu?
Vitor Mancha (meia, Diagoras/Grécia); Vinícius Santos (atacante, Guaraí/TO); Jonathan (atacante, Vasco B); Jorginho (meia, Volta Redonda); Deijair (meia, Votuporanguense/SP); Kaike (atacante, Goytacaz); Tokinho (meia, lateral); Leo Lima (atacante, Itabaiana-SE); Bruno (zagueiro); Diego Amaral (meia); Sampson (meia, Amadense/SE); Marquinhos Chileno (atacante); Lucas Alves (goleiro); Vinícius Mageste (meia); Rodriguinho (meia); Léo Torquato (meia); Audren (meia); Kaeco (atacante)

Fontes: sites da "ferj" e "ogol"