sábado, 24 de julho de 2010

Barra Mansa está confiante que a decisão do TJD lhe será favorável

No último sábado (22 de julho), Goytacaz e Barra Mansa deveriam ter realizado os 90 minutos da partida válida pela segunda rodada da Série B1 do Carioca, mas em função de falta parcial de energia no Estádio Aryzão, em Campos, a partida foi suspensa aos 30 minutos pelo árbitro.

O árbitro Alex Gomes Stefano agiu com muito bom senso, segundo escreveu na súmula: "(...) Após aguardarmos 2 (duas) horas, a energia não foi restabelecida, sendo assim... dei a partida por encerrada (...)".

Há de se constatar que a falha de energia é algo recorrente em partidas no Aryzão. No dia 14 de junho de 2017, as partidas do sub 20 e do profissional entre Americano e América também tiveram problemas de iluminação, conforme relatado em súmula. No jogo entre as equipes profissional, foi registrado um atraso de 40 minutos. E na partida do sub 20, foi relatado que o confronto sequer pôde ser realizado, mesmo após longa espera pelo retorno da energia, sendo a decisão direcionada para o TJD.

Assim sendo, no dia 29 de junho, o Americano foi julgado e, de acordo com o processo nº 229/17 (páginas 3 e 4), a equipe campista apresentou provas e relatórios da ENEL (fornecedora de energia), entretanto o Auditor Relator do TJD Dr. Leonardo Antunes F. da Silva anunciou a decisão pela multa de R$10.000,00 e perda de pontos em disputa a favor da equipe sub 20 do América, conforme o texto abaixo:

"Por unanimidade de votos, multado o denunciado em R$ 10.000,00 (dez mil reais) e perda dos pontos em disputa a favor do adversário, na forma do regulamento, quanto à imputação do art. 203 do CBJD".

Diante dos fatos, o Barra Mansa acredita que a partida contra o Goytacaz esteja em plena conformidade com o relatório do jogo sub 20 entre Americano e América, o que certamente cabe a jurisprudência na decisão do TJD. O caso da partida do último sábado é ainda mais agravante, em função da reincidência do problema de iluminação no estádio Aryzão neste ano. Os dirigentes do Goytacaz não foram sensatos em marcar o jogo para mais cedo (às 15h).