sexta-feira, 21 de julho de 2017

Em 1956, Barra Mansa viajou de avião até Campos pra decidir título com Goytacaz

Neste sábado (21 de julho), a comissão técnica e os jogadores do Barra Mansa Futebol Clube terão a sempre difícil missão de encarar a desgastante viagem de mais de 8 horas de ônibus até a cidade de Campos, no Norte Fluminense, para enfrentar o Goytacaz.

E não é de hoje que os integrantes do time barramansense sofrem com essa viagem tão desconfortável. Em junho de 1956, o time profissional do Barra Mansa havia se classificado para a decisão do Campeonato Fluminense (válida para o ano de 1955) e, no primeiro jogo, teria pelo caminho a forte equipe do Goytacaz e, claro, a viagem de dois dias - de Barra Mansa ao Rio de Janeiro e, depois, do Rio a Campos.

Vale lembrar que, na década de 50, as estradas do Estado do Rio de Janeiro não eram modernas como as de hoje e as alternativas para seguir viagem até a região do Norte Fluminense eram extremamente escassas. Por esse motivo, o entusiasmado presidente do Barra Mansa FC na época - Nelson Geraidine - teve o plano de proporcionar mais conforto aos atletas do Leão do Sul.

A ideia era a comissão e os jogadores do Barra Mansa seguirem de trem até a capital federal do Rio de Janeiro e, de lá, embarcar no avião da Real Transportes Aéreo até a cidade de Campos. E assim tudo ocorreu conforme ilustrado na foto acima.

Desse modo, em 10 de junho de 1956, o Barra Mansa entrou em campo no Estádio Ary de Oliveira e Souza, em Campos, para enfrentar o time da casa - o Goytacaz.  A equipe barramansense começou a partida com a seguinte escalação: Chapeiro, Silas, Mizinho, Padeiro, Zé Carlos, Piranguinho, Otavinho, Edir, Lauro, Amauri e Joãozinho. O jogo terminou com um excelente resultado para o Barra Mansa - empate em 1 a 1, com Amauri marcando para o Leão do Sul.

Para o jogo de volta na semana seguinte (17 de junho), o Barra Mansa tinha tudo para garantir o título de campeão estadual ao lado de sua torcida. Mas, não se sabe por que motivo, a partida que deveria ser realizada no Estádio Esperidião Geraidine, em Barra Mansa, teve o mando de campo alterado para Niterói - a capital fluminense na época. O resultado disso? O Goytacaz goleou o Barra Mansa por 6 a 0 e conquistou o Supercampeonato Fluminense de 1955.

#oleãoestávivo

Por Diogo de Oliveira Paula

Crédito pela foto: Nikson Salem

Nenhum comentário: